[Resenha] Amante Liberto #5

Oi gente, tudo bem com vocês?

Hoje vim lhes trazer uma resenha que eu achei um pouco  difícil de fazer, mas ainda assim tentei…

É a resenha do quinto livro de uma das minhas coleções favoritas… Irmandade da Adaga Negra! ♥

Eu não sei porque, mas tenho problemas para fazer resenhas desta serie, talvez seja por que eu goste bastante dela e fico com medinho de não conseguir passar isso a vocês =/

Mas vamos lá, e espero que vocês gostem… Fiz com carinho e muito cuidado… ^^

Amante Liberto

Sinopse: Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, a guerra explode entre vampiros e seus assassinos. Há uma Irmandade secreta, sem igual, formada por seis guerreiros vampiros, defensores de sua raça. O coração gelado de um predador será aquecido mesmo contra a sua vontade…

Destemido e brilhante, Vishous, filho de Bloodletter, possui uma maldição destrutiva e a capacidade assustadora de prever o futuro. Criado no campo de guerra de seu pai, ele sofreu maus tratos e abusos físicos e psicológicos. Membro da Irmandade, ele não se interessa por amor nem emoção, apenas pela batalha com a Sociedade Redutora. Mas quando uma lesão mortal faz com que fique sob os cuidados de uma cirurgiã humana, a Dra. Jane Whitcomb, ele é levado a revelar a dor que esconde e a experimentar o verdadeiro prazer de pela primeira vez… Até que o destino, que V. não escolheu, o leva para um futuro do qual Jane não faz parte.

Autora: J. R. Ward – Editora: Universo dos Livros – 525 Pág. – R$ 27, 95 na Digerati –  Skoob 

Resenha…

Neste volume Ward, nos conta um pouco do irmão Vishous, um dos mais frios e reservados de toda da Irmandade.

A vida toda de V. (como é chamado carinhosamente), é toda cheia de violência e abandono, desde o inicio, quando conhecemos a sua história começamos a vê-lo com outros olhos, pois quando ele aparece nos volumes anteriores ficamos sabendo que ele é o mais inteligente, que é o ‘Cara’ com qualquer tipo de tecnologia, que é muito bom em tudo que ele faz, mas que também tem sentimentos mal resolvidos sobre Butch, que pratica um tipo de sexo nada convencional, e coisinhas deste tipo. Quando o conhecemos, e sabemos de tudo que ele teve que passar e sofrer para chegar onde chegou, ficamos muito comovidas com tudo.

Ele se torna um macho espetacular comparado com o que ele poderia ser, com as referencias que ele teve.

A autora nos conta passagens da vida de V. antes da transição, neste período ele vivia no acampamento de treinamento para guerreiros, e quem mandava no local é o guerreiro Bloodletter, um dos piores machos que tinha na raça e pai de Vishous, que de pai não tinha nada, pois tratava o cara da pior maneira posivel.

V. aprendeu desde o inicio que estava sozinho, não sabia quem era a sua mãe (descobre neste livro e é alguém que ninguém esperava, mas que faz sentido) e não considerava o guerreiro como seu pai. Depois de sofrer muito todos os tipos de violência que poderia e mais um pouco, foi expulso do acampamento. Um tempo depois acabou ingressando na Irmandade e lá teve um proposito na vida, que era proteger a raça liquidando com os Redutores. O que ele sabia fazer muito bem.

Em uma noite, em que ele sai para fazer o seu trabalho, ele acaba sendo ferido e sendo socorrido pelos humanos, e assim ele chega a sala de cirurgia da Dra. Jane Whitcomb.

Jane, é a responsável da área de traumas no hospital St. Francis, é uma pessoa muito dedicada ao seu trabalho no hospital e também muito sozinha. Já passou por algumas quando era mais jovem, mas ainda assim é uma mulher de muita força e inteligencia.

Com Jane em sua vida, Vishous acaba resolvendo o seu conflito interno a respeito de Butch, conseguindo separar e reconhecer os seus sentimentos para com Jane e Butch. Ele cresce muito como pessoa, pois começa a se permitir a sentir, a se envolver.

Quando ele finalmente conhece a sua mãe, ele recebe com ela um destino do qual ele não tem como fugir, e este destino é um de qual Jane não tem como participar. Ele mesmo não gostando, acaba concordando, o que só trás mais problemas a sua vida, pois da mesma forma que ele se permitiu sentir amor, agora ele sofre por não poder viver este amor com Jane. #Tristeza

E a Ward ainda nos dá uma introduzida no que nos espera nos próximos volumes, pois nos conta sobre Phury e Cormia, e também sobre John, que passa  finalmente pela transição… =D

Neste livro a autora não muda o seu ótimo jeito de escrever e que nos envolve totalmente na história, e com a Irmandade, que não tem como resistir e não se envolver né gente? Mas percebi que neste volume não teve espaço para os redutores, o que gostei bastante, a historia de V. é pesada o suficiente para ainda temos as maldades da Sociedade Redutora.

Eu não vou falar mais pois se eu continuar vou contar o que não devo, mas continuo recomendando a quem ainda não leu a série IAN, não tem como se apaixonar pelos irmãos, e a autora é muito boa no que faz, escreve como ninguém…

Espero que vocês tenham gostado e logo faço do próximo volume, Amante Consagrado…

Beijinho e até mais…

Luh Figueiredos

Anúncios

5 comentários sobre “[Resenha] Amante Liberto #5

  1. Oi Luh sua linda!
    Sabe que sou suspeita pra falar desta série que amo, mas sua resenha está muito legal. Nos faz ter vontade de ler e de conhecer a série. E concordo com você que é mesmo difícil fazer resenha sobre ela….
    Bjus
    Lia Christo
    ww.docesletras.com.br

    1. Sei bem que você é suspeita, e na insegurança de minha resenha, isso fez toda a diferença para eu decidir em conferir a sua, e tenho que confessar, minha resenha ficou bem melhor depois que li sua, é como se fosse inspiradora sabe como?… =D
      Bjos
      Adoro-te!

Faça uma blogueira feliz, deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s