[Resenha] Alecognição

Fala povo, como vocês estão?

Eu estou ótima, fui numa semana acadêmica na UNICAMP e conheci o BEAKMAN!!!!!!! *-*

Por isso me inspirei e vou agora apresentar a vocês um livro diferente dos que eu já li.

Ele é de um autor NACIONAL (\o/) e nos mostra e ensina coisas que nos cercam no dia-a-dia, mas que não nos damos conta.

Sinopse: Alecognição é um romance de ficção, aventura e suspense, utilizando abordagens sobre manipulação e opressão moral e espiritual, narrando como o mundo é ameaçado através do mercado, política e religião. O romance conta a infância transtornada de Galileo, que sofre influências e perturbações de seus brinquedos, que foram possessos por entidades demoníacas, se passando por amigos imaginários. No decorrer da trama, Galileo aprende através de seus amigos, lições memoráveis como a terapia do perdão, da reconciliação, a persistência, a coragem, como vencer o medo e como desapegar do materialismo e exibicionismo. Também tem revelações importantes sobre administração estratégica, como evoluir no mercado de entretenimento, a arte da propaganda e como conviver bem com a concorrência e conquistar aliados, mesmo que eles sejam inimigos. Um ponto muito especial é a reflexão sobre a importância do emprego e como não esteriotipá-lo como algo enfadonho e estressante.

Autor: Leo Vieira – Editora: Lexia – Pág.: 316 – Skoob

O livro se chama Alecognição do autor Leo Vieira. (Página do livro no Facebook )

Alecognição é uma palavra que não consta no dicionário por conta do significado único para resumir a situação do personagem principal, Galileo.

Em Construls, um poliedro onde se realizam as competições da horogamia, os espíritos decaídos se reúnem para trabalhar no complexo jogo macabro e sabotar contra a humanidade. Porém, um erro despercebido na recontagem das efemérides, as páginas do tempo do Universo, libertou o conhecimento de um dos personagens mortais, trazendo grande catástrofe para todos do poliedro.

A bancada foi literalmente virada e todos tentaram fugir, mas todos estavam presos. Agora, mestre da horogamia era o peão e o controle das efemérides estavam todos com ele. Os competidores, agora estão em um novo e limitado mundo (o nosso) e devem recuperar a peça essencial (a efeméride) para poder voltar a partida por um tempo determinado.

Então, o que acham de começarmos um jogo? Mas não um jogo qualquer um jogo que envolve toda a humanidade…

Let’s go!

É assim que começa Alecognição, conhecemos a horogomia, seus participantes e suas regras, ou melhor, sua falta de regras.

Só que algo acontece, uma luz despercebida, um momento de distração e o jogo muda. Tudo se destrói e os espíritos decaídos sofrem um baque inimaginável, um golpe inesperado para jogadores experientes, lembrando que estamos falando de demônios…

O que farão agora para virar o jogo?

A história continua com o desenvolvimento de Galileo, um garoto de 5 anos que vive diversas aventuras ao lado de seus amigos imaginários personificados por alguns de seus brinquedos favoritos.

Mas o que isso tem a ver com um jogo de demônios trapaceiros e sanguinários?

TUDO!

Galileo é considerado a peça chave para a salvação do jogo, por isso os participantes do jogo se infiltram na vida desse garoto para vigiá-lo e dominá-lo. O “por que” de tanta atenção chega a nos confundir, pois se tratando de demônios, não esperamos um jogo limpo.

Com todo o desenvolvimento de Alecognição aprendemos com Nasalvo (o personagem que odeio… ele é muito mal ¬¬) como praticamente DOMINAR o mundo.

Sim galera, se vocês se interessam por dominar o mundo ou mesmo só escapar dessa dominação esse livro é o que há. O autor colocou no personagem Nasalvo todas as “dicas” que se precisa saber…

Mas devo ressaltar, há um grande motivo para espíritos decaídos temerem uma criança de 5 anos. Há muito mais poder em Galileo que sua aparência possa denunciar.

Espero que gostem da leitura, eu gostei muito, me interessei e me desenvolvi com a história. Não vejo a hora de conseguir a continuação 😉

Bjus, Livros e até a próxima resenha…

Camila Peitz

Anúncios

4 comentários sobre “[Resenha] Alecognição

  1. Não conhecia esse livro, mas parece ser uma história interessante, bem diferente mesmo. Espero ler em breve e descobrir todo poder que Galileo esconde e como ele o usa contra esses espíritos decaídos 🙂

Faça uma blogueira feliz, deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s