[Resenha] Não Deixe o Sol Brilhar em Mim

Oi, oi, oiii 😀

Hoje trago pra vocês um livro que ganhei na campanha da Editora Dracaena – “Nós Queremos o seu Sangue” –  Divulgado aqui mesmo na Biblioteca no final de janeiro.

Doei sangue e ganhei um livro sobre vampiros… Bem sugestivo, não? rsrs

Bem, vamos a ele

Não Deixe o Sol Brilhar em Mim

NAO_DEIXE_O_SOL_BRILHAR_EM_MIM

Sinopse: Em Não Deixe o Sol Brilhar em Mim o autor volta no tempo em um acerto de contas com o passado. Misturando reminiscências de sua infância com ficção, conta a história de Dennis e Valquíria, dois pré-adolescentes perdidos na solidão de suas vidas, cada um preenchendo o vazio existencial que há no outro em meio aos anseios da adolescência, descoberta do primeiro amor e amizade sincera. Porém Valquíria tem um segredo terrível. Não Deixe o Sol Brilhar em Mim é uma história de vampiros diferente em que a fuga da solidão ultrapassa o limite do sobrenatural.

Autor: Evandro Raiz Ribeiro | Editora: Dracaena | Pág.: 308 | R$37,90 | Skoob

Resenha:

Nessa história temos Dennis, um garoto de Recife que perde os pais e se vê numa viagem para o estado de São Paulo, mais especificamente para Santo André no ABC Paulista. Vai morar com seu Tio Olavo, irmão de seu pai, com sua tia Gertrudes (um monstro de pessoa) e seu primo Otavinho.

Já de cara, sua tia Gertrudes manda Dennis arranjar um jeito de voltar pro nordeste, pelas costas do tio do menino, senão envenenaria sua comida. No primeiro dia de aula, dois marmanjos repetentes  o azucrinam pelo lugar que estava e pelo seu sotaque de Recife.

Dennis não se vê em uma boa situação, ao contrário de sua antiga escola, ele não conseguiu fazer um amigo e já tentava planejar um modo de sair da casa do tio.

Isso até que conhece Valquíria.

Na volta do primeiro dia de aula, Dennis resolve dar uma volta um pouco maior para demorar o máximo possível de chegar em casa e encontrar aquele ser detestável que é sua tia. Para numa pracinha e Valquíria aparece cumprimentando-o. O garoto fica encantado com os par de olhos azuis que o encaram. Com uma conversa rápida e simples, os caminhos desses dois cruzam-se para permanecer por muito tempo ligados.

Com o desenrolar da história, crimes misteriosos acontecem, descobrimos que Valquíria é uma vampira, vemos como que Dennis sabe disso e como irá reagir e seguir sua vida depois dessa revelação.

Com uma narrativa que te prende desde a primeira página, Não Deixe o Sol Brilhar em Mim conta a história de um amor inocente que cresce junto com os personagens e hipnotiza com a simplicidade.

Essa história me pegou em muitas coisas. Ela se passa no meu país, ela, de inicio, me lembrava um filme, mas depois surpreendeu-me com sua originalidade, contou-me não de cara, mas como um complemento a história de como Valquíria se tornara uma vampira e como envolveu sua família nisso, entre outros pontos.

Outra coisa que me pegou nesse livro foi o fato de a história não girar no porque e como que Valquíria tornou-se vampira, isso aparece mais pro final da história como um complemento. Muito bom isso, porque foca nos personagens e não na coisa vampiresca rsrs.

Uma leitura rápida e viciante, com alguns detalhes nos diálogos que me deixaram levemente confusa, não sabendo aonde terminava a fala de um dos personagens e começava a de outro, mas nada que estrague a narrativa.

Eu adorei esse livro. Estava lendo outro junto e larguei totalmente quando comecei a ler esse aqui rsrs.

Bjus, livros e até

Camila Peitz

Anúncios

Um comentário sobre “[Resenha] Não Deixe o Sol Brilhar em Mim

Faça uma blogueira feliz, deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s