[Resenha] Paixão sem Limites

Oi Pessoas lindas!

Hoje eu trouxe para vocês a resenha do livro Paixão sem Limites, fornecido pela editora parceira Arqueiro!

Paixão sem Limites

PAIXAO_SEM_LIMITES

Sinopse: Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.

Fallen Too Far” Livro #01 – Abbi GlinesArqueiro | Skoob | Leia um trecho | Compre aqui: Submarino | Americanas | Fnac | Extra | Ponto Frio

Resenha…

Como seria a sua vida se você se visse sozinha no mundo e tendo que recorrer a ultima pessoa que você gostaria de ver no mundo, e se essa mesma pessoa fosse o seu pai? Essa é a vida de Blaire Wynn, de 19 anos mas com o peso de muito mais anos nas costas.

Blaire que é marcada pela morte da irmã, o abandono do pai e depois a doença e morte da mãe, de quem ela cuidou desde os 16 anos, e por causa do tratamento de sua mãe, ela vendeu a casa que tinham, e assim acabou sem nada e nem ninguém.

Quando teve que partir da cidade em que cresceu, teve que pedir ajuda ao pai ausente, que passou o seu endereço dizendo que a receberia sem nenhum problema, mas quando chegou, recebeu a noticia que ele havia viajado para Paris com sua atual esposa.

E assim acabou por conhecer o Rush Filay, filho da esposa de seu pai, e dono da casa onde deveria se encontrar com o seu “querido” pai. Desde o inicio tomamos as dores de Blaire (ainda mais por ser narrado em primeira pessoa, no caso pela Blaire), ela se mostra uma pessoa forte, que sofre mas que não desiste de forma alguma, esse pai dela é revoltante o tempo todo, do inicio ao fim, e quando achamos que as coisas podem melhorar a respeito dele, nos enganamos e descobrimos que não.

Rush Finley é o filho de um pop star do rock, e que tem tudo do bom e do melhor a sua disposição, inclusive as pessoas. Ele é um imã para as mulheres (pois claro que é lindo de morrer), e ele sabendo disso não desperdiça as chances de pegar as garotas e depois descarta-las como se não fossem nada mais que lixo.

Ele sabendo  da situação de Blaire, que acabou de chegar em sua casa procurando pelo padrasto dele, a deixa ficar no quarto da empregada, que não é nada alem de um pequeno espaço debaixo da escada. Blaire se sente grata pela ajuda, e a aceita de bom grado sem ter ideia do que esta se metendo.

Ela se sente atraída por ele logo de cara, e vê-lo em ação com uma garota na varanda bem na hora do vamos ver, não ajuda para diminuir essa atração, ele sempre a evita, mas num certo momento ele mostra que também sente algo por ela, mas que foge de todas as formas.

Tem os personagens secundários que atiçam a nossa curiosidade, como por exemplo o Woods, administrador e filho do dono do clube que Blaire consegue um emprego, ele se mostra interessado nela, mas acaba se tornando um bom amigo, eu particularmente gostei bem mais dele do que do “mocinho” Rush, mas né…

Esse é um romance bem escrito, que te segura até o fim, com capítulos curtos e envolventes que não te deixam largar o livro facilmente, mas nesse romance tem as doses de drama que não deixam por merecer, e principalmente envolvendo a família como um todo.

A editora esta de parabéns, revisão e diagramação ótimas como sempre. e a capa também casa perfeitamente com a história. Já estou ansiosa para a continuação, “Tentação sem Limites” que já esta em pré-venda e será lançado dia 10 de Fevereiro. Não vejo a hora de poder pega-lo!

Livro recomendado e indicado pela Biblioteca! ^^

Minha Nota
Minha Nota

Beijinhos, vamos ler mais, e me fui!

Luh Figueiredos

Anúncios

6 comentários sobre “[Resenha] Paixão sem Limites

Faça uma blogueira feliz, deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s