[Resenha] Outlander – A Viajante do Tempo

Primeiro este é um livro muito grande e extenso, então se você não gosta não leia . Mas se gosta de um romance bem apimentado, mistérios da vida, e de história este é um livro perfeito.

Outlander – A Viajante do Tempo

A_VIAJANTE_DO_TEMPO

“Outlander” – Diana Gabaldon | Editora Saída de Emergência Brasil | Skoob | Leia um trecho: Aqui | Compre Aqui: Saraiva | Saraiva Digital | Submarino | Livraria Cultura | Americanas

Sinopse: Em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido, com quem desfruta uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros.

Tão logo percebe que foi arrastada para o passado por forças que não compreende, Claire precisa enfrentar intrigas e perigos que podem ameaçar a sua vida e partir o seu coração. Ao conhecer Jamie, um jovem guerreiro escocês, sente-se cada vez mais dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo. Será ela capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente?

Resenha: Diana Gabaldon simplesmente criou um novo contexto para a história escocesa, não digo simplesmente por amar história , falo por conhecer alguns fatos que ela complementa em Outlander. Apesar de ser um livro relativamente novo no mercado editorial brasileiro a série teve sua primeira publicação em 1991, e foi considerado um dos melhores romances históricos, além de ter sido um pouco escandaloso por ter cenas eróticas para a época. O livro por si só inicia de maneira diferente, tendo o pós guerra como pano de fundo e um casal que esta tentando um recomeço . Claire passou pelos horrores da guerra e agora retorna aos braços de seu marido Frank, estão superando o tempo perdido e tentando aumentar a família. Tudo isso é impedido após assistirem um ritual druida, Claire fica tão fascinada que retorna ao local no dia seguinte, e após um zumbido ela é sugada pelo circulo de pedras e misteriosamente transportada para a data de 1743. Alem de desorientada, ela encontra os dragões, um grupo de guardas em luta com um Clã de escoceses, a princípio ela não consegue entender o que se passa. Assim ela encontra o galante James Frasier.

“Ah, sim, Sassenach. Eu sou seu mestre. . . e você é minha. Parece que eu não posso possuir sua alma, sem perder a minha própria.”

Outlander.

Sinceramente não tem como não se apaixonar por esse escocês. A trama então gira em torno da nova vida de Claire no passado e como ela afetaria o futuro.

Para onde tudo é o amor, o discurso é desnecessário”

Apesar de termos partes em que a leitura fica um pouco exaustiva, a trama é muito boa. Diana escreve de maneira única, principalmente as cenas de batalhas que são muito bem descritas. Vale a pena ler esta série que cativou a muitos durante tantos anos.

Klau Tks

Anúncios

2 comentários sobre “[Resenha] Outlander – A Viajante do Tempo

Faça uma blogueira feliz, deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s