[Resenha] As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender

Bem eu sou a favor que um livro sempre tem algo de bom, neste caso eu encontrei algo aqui:

       ”Só por que o amor não age como você quer, não significa que não ame”

Creio que esta quote salva o livro, e ela é confusa. Não me entenda mal, no começo ela até que possui um pouco de história contando a respeito do inicio da família Roux e seus amores impossíveis, até o nascimento de Ava e seu irmão Henry.

As Estranhas e Belas mágoas de Ava Lavender

AS_ESTRANHAS_E_BELAS_MAGOAS_DE_AVA_LAVE_1412620994B

 

“The Strange and Beautiful Sorrows of Ava Lavender” Leslye Walton | Editora Novo Conceito | Skoob | Pág: 304 | Leia um trecho: Aqui | Compre aqui: Saraiva | Saraiva Digital | Livraria Cultura | Livraria da Travessa | Livraria da Folha

Sinopse: Gerações da família Roux aprenderam essa lição da maneira mais difícil. Os amores tolos parecem, de fato, ser transmitidos por herança aos membros da família, o que determina um destino ameaçador para os descendentes mais jovens: os gêmeos Ava e Henry Lavender. Henry passou boa parte de sua mocidade sem falar, enquanto Ava que em todos os outros aspectos parece ser uma jovem normal nasceu com asas de pássaro.

Tentando compreender sua constituição tão peculiar e, ao mesmo tempo, desejando ardentemente se adaptar aos seus pares, a jovem Ava, aos 16 anos, decide revolver o passado de sua família e se aventura em um mundo muito maior, despreparada para o que ela iria descobrir e ingênua diante dos motivos distorcidos das demais pessoas. Pessoas como Nathaniel Sorrows, que confunde Ava com um anjo e cuja obsessão por ela cresce mais e mais até a noite da celebração do solstício de verão. Nessa noite, os céus se abrem, a chuva e as penas enchem o ar, enquanto a jornada de Ava e a saga de sua família caminham para um desenlace sombrio.

Resenha:

A personagem que eu gostei foi a avó, por seu lado sobrenatural. Eu sei que falaram muito bem do livro porem não consegui gostar, que fique claro esta é minha opinião, talvez você leia e ache a história fascinante.

Eu ainda não decidi se é a narrativa que por vezes fica confusa e um tanto embolada, ou a falta de diálogos entre os personagens, é como se eles fossem ilhas, cada um em seu próprio mundo, quase sem comunicação com os outros. E bem não sei se isto é a intenção da autora em comparar ao mundo atual. A questão é que foi um livro que não tenho vontade de reler.

“É perigoso… para alguém como eu para sair a céu aberto”.

Klau Tks

Anúncios

Faça uma blogueira feliz, deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s