[Resenha] House Of Nigth #3 – Escolhida

(P.C. Cast e Kristin Cast)
Contém Spoilers

 

Zoey se vê com mais e mais problemas, um deles é sobre a melhor amiga Stevie Rae, que não passou pela transição, mas ainda assim não morreu, acabou virando uma espécie de morta-viva… E somente Z sabe disso, o que a faz mentir para seus queridos amigos e se afastar do Erik, seu novo namoradinho. Mas também se ela contar a verdade a eles, Neferet, a Grande Sacerdotisa, que tem poderes mediúnicos vai saber de tudo e com certeza vai usar-los para prejudica-la.

Para resolver este problema ela recebe ajuda de uma pessoa totalmente inesperada, Aphrodite, e querendo ou não Z se vê aliviada e até feliz por poder contar com a megera, que teve novas visões, envolvendo Stevie Rae e a morte de Vamps.

 Stevie Rae esta a cada dia pior, perdendo o pouco que sobrou de sua humanidade e se alimentando de sangue humano. O que ainda a mantém com um pouco de sanidade é sua ligação com o elemento Terra.

(mais…)

[Resenha] House Of Nigth #2 – Traída

(P. C. Cast e Kristin Cast)

No segunda livro da Série, Traída, Zoey já esta no seu novo endereço, na Morada da Noite de Tulsa e com novos amigos, que são bem melhores que os anteriores e também novos desafios.

No ultimo volume, Marcada, Zoey descobre que tem afinidade com os cinco elementos, Ar, Terra, Fogo, Água e Espírito, coisa que nunca aconteceu com um novato. E esta não é a única novidade, seus novos amigos também ganharam dons de Nyx…

(mais…)

[Resenha] House Of Nigth #1- Marcada

Eu acabei de ler o ultimo livro da série…
Mas resolvi fazer uma resumida geral da série, para quem ainda não conhece a série, ou ainda não se decidiu se vai começar a lê-lo ou não… Depois volto no ultimo volume: Despertada.


O primeiro da série é Marcada (P. C. Cast e Kristin Cast)

A história acontece nos dias de hoje, mas a grande diferença é que os Vampiros existem e isso é uma coisa normal para nossa sociedade, eles não precisam se esconder e nem nada do gênero. A transformação começa na adolescência quando se é marcado por outro vampiro, o Rastreador, é como se fosse uma herança genética que precisa de outro vampiro para ativa-la, ou melhor para Marca-la. A personagem principal é a Zoey. Uma garota normal, que vê sua rotina toda mudada quando um Rastreador esta na sua cola, ela já sabia o que a esperava. Ela era uma vampira em transição. Depois de Marcada muita coisa teria que mudar. Começando por se afastar de seus amigos e de tudo que conhecia. Ela terá que passar por um período de transformação que poderá acabar com sua vida ou ainda virar uma Vampira com poderes inimagináveis.

Desafio Agatha Christie

 

Eu sou mais uma das milhares de fãs da Maior Autora de livros policiais da história, Agatha Christie.
Ganhei de presente do meu marido um livro maravilhoso sobre a Agatha – Os Diário Secretos de Agatha Christie – de John Curran, um livro que fala sobre as obras desta autora maravilhosa, sobre como as histórias foram desenvolvidas, sobre as mudanças que ocorreram depois, que se não fosse por John Curran, nunca ficariamos sabendo.
Ele apresenta no livro trechos dos diários pessoais de Agatha. São 73 diários, alguns com somente duas paginas usadas, outros usados até a contra-capa…
A exposição destes diários nos ajuda a compreender o modo que a escritora usava para escrever, que tudo para ela era inspiração.
John fez um ótimo trabalho, pois no decorrer do livro conseguimos ver como ele nos apresenta tudo que encontrou, o modo que interpretou e como pode deduzir algumas coisas que para nós seria ilegiveis.

Neste livro ele conversa com você sobre cada livro de Agatha, sobre os personagens e os desfechos surpreendentes que somente Agatha conseguia fazer. E ainda contém dois contos inéditos do Hercule Poirot

Eu já li vários livros da autora, mas depois que peguei Os diários dela fiquei com vontade de lê-los novamente, e como eu ainda não li todos os livros já publicados, me compliquei para poder terminar Os diários.

Vou lançar um desafio a mim mesma, de ler todas as obras de Agatha, e mais Os Diários Secretos de Agatha de John Curran.
No total são 66 romances policiais, 6 romances sob um pseudônimo e mais 150 contos. Isso sem as peças de teatro, que seriam mais 20 obras.
Por mais que eu ja tenha lido alguns, tempos atrás, vou relê-los de qualquer modo e vou fazendo as resenhas deles aqui para vocês acompanharem.

Até mais…
Luh Figueiredo